Sites facilitam troca de trabalho por hospedagem

Viajar por um longo período pode exigir um bom planejamento financeiro, mas existem sites criados que podem ajudar na economia de dinheiro para quem quer trocar trabalho por hospedagem.

Quem trabalha por hospedagem está buscando o mínimo necessário para ter onde ficar por onde passar, no entanto, é importante verificar se realmente o lugar ou o trabalho estão de acordo com o perfil do viajante. Reunir informações importantes sobre a região, o tempo que se pretende ficar nela e o trabalho que será realizado ajudará o viajante a tomar a melhor decisão.

Gilsimara Caresia, 38, é uma viajante que havia inicialmente planejado um ano de viagens com o dinheiro economizado, mas seus planos mudaram quando decidiu prolongar a viagem por mais um ano, então veio a possibilidade de economizar com a hospedagem em troca de trabalho pelos lugares que passava. Em sua experiência relata: “No fim, foi maior que o dinheiro. Eu criei famílias no mundo inteiro, aprendi a conviver com culturas diferentes. Isso mudou minha vida”.

A viajante Gil, passou por mais de 90 países sozinha e fez diferentes trabalhos em troca de hospedagem. Atendeu hóspedes em hostel, fez um trabalho voluntário em uma ONG para crianças órfãs e até mesmo participou em uma figuração em Bollywood, indústria asiática cinematográfica equivalente à Hollywood nos Estados Unidos. Os trabalhos que ela conseguiu eram procurados pessoalmente nos lugares por onde passava, e outros, através de sites que facilitam essa intermediação entre viajantes e oportunidades.

Gil afirma: “O bom dos sites é que você já chega sabendo o que vai fazer e pode ver as avaliações de pessoas que já foram. É mais seguro”.

Em geral os trabalhos exigem de 4 a 5 horas do tempo, oferecem uma refeição que pode ser café-da-manhã ou almoço, e dão 2 dias de descanso, mas esse padrão pode variar em alguns lugares específicos.

Os sites cobram uma taxa para que o usuário tenha um tempo de acesso aos lugares que oferecem voluntariado. No site Workaway, o valor é de US$ 28 para um ano, no WWOOF, a assinatura muda dependendo do país, o valor máximo é de US$ 72 enquanto no Worldpackers são US$ 49 para um ano de uso.

 

 

Author: VLBrazil