Uma lei entrará em vigor em maio e os restaurantes americanos irão ter que informar o teor calórico dos seus pratos

A Administração de Drogas e Alimentos (FDA), comunicou que os pratos servidos em restaurantes localizados em território americano, terão que apresentar a quantidade de calorias de cada um deles em seu cardápio, seguindo a determinação de uma lei que foi sancionada em 2014.

Essa proposta foi indicada no governo do ex-presidente Barack Obama, visando combater os altos índices de obesidade nos Estados Unidos, dando sequência ao projeto legislativo implantado pelo governo na área da saúde pública, aprovado em 2010 e chamado de Affordable Care Act, ou mais conhecido como “Obamacare”.

No governo do atual presidente Donald Trump, diversas ações foram realizadas  para acabar com esse sistema,  principalmente em relação à cobertura de saúde. Mas essa lei que determina a apresentação da quantidade de calorias nos restaurantes, terá que passar a ser cumprida em maio de 2018, depois de vários adiamentos.

Em um esboço sobre essa orientação publicada em seu site, a FDA afirmou que essas medidas começarão a vigorar em maio seguindo a determinação da lei, mas que algumas mudanças serão feitas para responder algumas dúvidas que envolvem o rótulo, onde deve constar as informações sobre o teor nutricional dos alimentos que serão servidos nos restaurantes.

As explicações sobre a cobertura exata da lei abrangem particularidades, da maneira de como deve ser exposta a quantidade calórica das refeições que serão servidas em pizzarias e restaurantes self-service, que são lugares onde o conteúdo calórico depende dos itens que foram escolhidos pelo cliente.

Um dos membros da FDA, Scott Gottlieb, declarou que mais de um terço das pessoas adultas dos Estados Unidos são obesas, e que a tendência mundial é procurar ter uma vida mais saudável, é importante adotar medidas que estão relacionadas com à alimentação e que podem vir a salvar e também melhorar, as condições de vida das pessoas.

Gottlieb ainda comentou que os próximos meses serão de muito trabalho junto aos restaurantes, bares e lanchonetes, para que a implantação desse processo possa acontecer, e que os clientes possam ter informações adequadas sobre as calorias das suas refeições, em restaurantes e cafeterias.

As informações sobre a quantidade de calorias nas refeições dos restaurantes, já são muito divulgadas na cidade americana de Nova York, onde ela já é obrigatória há alguns anos.

 

 

Author: VLBrazil